“BLW: Baby-Led Weaning” é recomendado? É seguro?

22 de agosto de 2017

“BLW: Baby-Led Weaning” é recomendado? É seguro?

 

– A sigla traduzida ao pé da letra significa “desmame guiado pelo bebê”, tratando-se de uma forma de introduzir alimentos complementares sem o uso de talheres e sem o preparo de “papinhas”. A proposta, de autoria da inglesa Gill Rapley, é de oferecer ao lactente maior de seis meses alimentos em pequenos pedaços e em tiras.

– Tradicionalmente, a introdução de alimentos deve respeitar evolução gradual de consistência, oferta de alimentos de naturezas bastante diversas (respeitando poucas limitações relacionadas a idade) e manutenção do aleitamento materno até os 2 anos de idade, como preconizado pela OMS.

– Recém-nascidos saudáveis regulam sua alimentação, determinando o início e final da mamada, além de velocidade de sucção. Desde cedo, deve-se estimular os pais a reconhecer os sinais de fome e saciedade da criança.

– Aos 6 meses de idade, a maioria dos lactentes já tem desenvolvimento motor para iniciar a introdução da alimentação complementar – sustenta a cabeça e o tronco, senta sem apoio, segura objetos com as mãos, explora o ambiente, têm desenvolvimento oral adequado para mastigação.

– As recomendações da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) para introdução da alimentação complementar (2012) são: evolução gradual de consistência, iniciando com alimentação complementar na forma de papas; alimentação diversificada abrangendo todos os grupos alimentares a partir da primeira papa principal; refeição amassada (sem peneirar ou liquidificar).

– O Ministério da Saúde (MS) também destaca a necessidade de oferecer alimentos de consistência crescente – pastosa => papa => purê; e afirma que a partir dos 08 meses a criança pode receber os alimentos preparados para família, porém amassados, triturados, desfiados ou cortados em pequenos pedaços; com a alimentação complementar alternando com o leite materno (não substituindo); incentivo a criança entrar na rotina de refeições da família

– No Baby-Led Weaning (BLW), a abordagem não inclui a adaptação de consistência para preparar a refeição do lactente, como amassar, triturar ou desfiar. Defende-se o uso de alimentos “in natura”, desencorajando a forma de papinha ou purês. As recomendações incluem:continuar com o leite materno ou a fórmula infantil; posicionar a criança sentada para alimentar-se; permitir “sujeira da refeição”; oferecer alimentos variados; interagir com o lactente durante as refeições; ter o tempo necessário para a refeição, sem pressa.

– Livros sobre o BLW estão disponíveis mundialmente em diferentes idiomas, assim como há uma ampla divulgação do método na internet. Investigações científicas de Sociedades dos EUA, Canadá e Nova Zelândia não recomendam o método pela ausência de respostas quanto ao impacto sobre o crescimento e o desenvolvimento, ingestão suficiente de micronutrientes, influencia na formação de hábitos alimentares da criança e comportamentais dos pais, viabilidade e segurança. Assim, o posicionamento atual da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) é de não endossar o BLW como forma única de alimentação infantil – não contra-indica, porém não indica.

Portanto, talvez o BLW possa ser tentado, mas não de forma isolada e sempre sobre supervisão direta e atenta dos pais. A SBP, em alinhamento com muitas sociedades internacionais, ainda recomenda o preparo de alimentos com ajuste de consistência para lactentes.

 

————————————————————————————————————————

“DISCLAIMER”/ aviso legal: o objetivo dessa página é compartilhar conhecimento médico, visando um público alvo de médicos, pediatras, gastroenterologistas pediátricos, estudantes de medicina. Os conteúdos refletem o conhecimento do tempo da publicação e estão sujeitos a interpretação da autora em temas que permanecem controversos.
A linguagem é composta de linguagem/jargões médicos, uma vez que não visa o público de pacientes ou pais de pacientes. O conteúdo dessa página não pode nem deve substituir uma consulta médica.
As indicações e posologia de medicamentos podem mudar com o tempo, assim como algumas apresentações ou drogas podem ser retiradas do mercado.
Em caso de dúvida relacionada ao conteúdo ou se algum dado incorreto foi identificado, entre em contato!