Cientificamente comprovado: conversas entre pais e crianças pequenas ajudam a construir inteligência e vocabulário

13 de setembro de 2018

Cientificamente comprovado: conversas entre pais e crianças ajudam a construir inteligência e vocabulário

 

  • Diferentes estudos mostram que a qualidade e a quantidade de interação entre pais e filhos nos primeiros anos predizem o desempenho escolar e as habilidades de linguagem.

 

  •  Recente estudo publicado na revista da AAP – Associação Americana de Pediatria (Pediatrics) enfatizou a importância das interações de conversação com crianças de 18 a 24 meses, que foram fortemente relacionadas com QI e escores de linguagem mais altos até a idade escolar – do ensino fundamental ao ensino médio.

 

  • Neste estudo longitudinal, foram feitas gravações em áudio de um dia inteiro de pais e filhos em casa mensalemente durante 6 meses, que foram analisadas quanto ao número de palavras adultas e conversas adulto-criança. No seguimento de 10 anos, 146 crianças (faixa etária de 9 a 13 anos) foram submetidas a testes de inteligência e linguagem. Mesmo com ajuste para variáveis socioeconômicas e as habilidades iniciais/basais de linguagemdas crianças, observou-se que o número de palavras e de conversas entre adultos e crianças  se relacionava aos resultados dos testes de linguagem das crianças até a idade média. Os principais efeitos sobre  QI, compreensão verbal e  vocabulário foram observados em relação ao estímulo durante o período de 18 a 24 meses – um período de “explosão de linguagem” em crianças.

 

  • Como fonte confiável de informações para os pais, pediatras devem promover ambientes ricos em linguagem encorajando os pais a:

(1) conversar, cantar, ler e fazer perguntas antes da janela crucial de 18 a 24 meses;

(2) desligar a TV de fundo e os dispositivos de mídia que distraem/diminuem o diálogo;

(3) procurar obter informações sobre interações cotidianas positivas.

 

REFERENCIAS

Gilkerson J et al. Language experience in the second year of life and language outcomes in late childhood. Pediatrics 2018 Sep 10; [e-pub]. (https://doi.org/10.1542/peds.2017-4276)

Mendelsohn AL and Klass P. Early language exposure and middle school language and IQ: Implications for primary prevention. Pediatrics 2018 Sep 10; [e-pub]. (https://doi.org/10.1542/peds.2018-2234)