Prescrições de antibióticas para pneumonia são tipicamente muito prolongadas, associadas a eventos adversos

16 de julho de 2019

Prescrições de antibióticas para pneumonia são tipicamente muito prolongadas, associadas a eventos adversos

  • Estudos tanto em pediatria como em adultos mostram evidencias suficientes para o tratamento da pneumonia adquirida na comunidade não complicada ser tratada por APENAS 5 DIAS. Apesar da extensa evidencia cientifica por tras dessa recomendação, existe muita resitencia por parte da comunidade medica em aderi-la.  Muitas vezes a justificativa por tras desse raciocionio é de que extender o curso de antibioticos para uma criança ou adulto ja exposto, “não faz mal”, MAS grande estudo publicado no Annals of Internal Medicine e destacado pelo New England Journal of Medicine mostra e discute o fato de que a prescricação prolongada de antibioticos é de fato iatrogenica.

 

  • A maioria dos pacientes hospitalizados com pneumonia recebe antibióticos por tempo demais e, por sua vez, enfrenta risco aumentado de eventos adversos, sugere um estudo publicado no periódico Annals of Internal Medicine.
  • Pesquisadores estudaram cerca de 6500 pacientes recebendo cuidados para pneumonia adquirira na comunidade internados em hospitais de Michigan entre 2017 e 2018.
  • Cerca de 68% receberam antibióticos por mais tempo do que o menor curso eficaz conforme recomendações em diretrizes. A mediana do excesso de duração foi de 2 dias (2526 dias em excesso por 1000 pacientes).
  • Mais de 90% do excesso de antibióticos foram atribuídos aos antibióticos prescritos na alta.
  • Na avaliação de desfechos após 30 dias, o tratamento prolongado não mostrou um benefício clínico – e foi associado a mais eventos adversos relatados pelo paciente (por exemplo, diarréia).
  • Os pesquisadores dizem que seu estudo “adiciona à crescente literatura que a terapia de curta duração em pneumonia é segura e que períodos mais longos não são apenas desnecessários, mas potencialmente prejudiciais”.

 

REFERENCIAS:

  • https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/137331/WHO_FWC_MCA_14.8_eng.pdf;jsessionid=429DCD437530888CA9296B755DE5312C?sequence=1
  • https://annals.org/aim/article-abstract/2737823/excess-antibiotic-treatment-duration-adverse-events-patients-hospitalized-pneumonia-multihospital
  • https://www.jwatch.org/na43994/2017/05/02/reducing-postdischarge-antibiotic-therapy?query=pfwRS&jwd=000020059393&jspc=

 

————————————————————————————————————————

“DISCLAIMER”/ aviso legal: o objetivo dessa página é compartilhar conhecimento médico, visando um público alvo de médicos, pediatras, gastroenterologistas pediátricos, estudantes de medicina. Os conteúdos refletem o conhecimento do tempo da publicação e estão sujeitos a interpretação da autora em temas que permanecem controversos.
A linguagem é composta de linguagem/jargões médicos, uma vez que não visa o público de pacientes ou pais de pacientes. O conteúdo dessa página não pode  substituir uma consulta médica.
As indicações e posologia de medicamentos podem mudar com o tempo, assim como algumas apresentações ou drogas podem ser retiradas do mercado.
Em caso de dúvida relacionada ao conteúdo ou se algum dado incorreto foi identificado, entre em contato!