Tempo de tela e a depressão em adolescentes

3 de outubro de 2019

Tempo de tela e a depressão em adolescentes

 

  • Estudo canadense mostrou que cada hora adicional passada em mídias sociais, no uso do computador ou na televisão esteve associada ao aumento da gravidade dos sintomas depressivos.

 

  • Esse estudo veio de uma analise secundaria de dados originalmente obtidos de  ensaio clínico randomizado que avaliou a eficácia em quatro anos de um programa de prevenção de drogas e álcool direcionado à personalidade.

 

  • Essa análise secundária envolveu 3826 adolescentes de Montreal seguidos por 4 anos.

 

  • A partir da 7ª série, os alunos preenchiam pesquisas anuais sobre o tempo gasto em frente às telas digitais, o tipo de atividade na tela (mídia social, televisão, uso de computador ou videogame) e sintomas depressivos.

 

  • Cada 1 hora de aumento no uso de mídias sociais e uso de computador foi associado a um aumento na gravidade dos sintomas depressivos durante os 4 anos do período do estudo; cada 1 hora de aumento no uso da mídia social e na televisão foi associada a um aumento dos sintomas depressivos no mesmo ano.

 

  • O aumento do tempo gasto com videogames não foi associado ao aumento dos sintomas depressivos.

 

  • O aumento do tempo de tela, de modo geral, foi associado à diminuição da auto-estima.

 

  • Os autores defendem que vínculo entre o aumento da mídia social ou do tempo na televisão e a menor auto-estima pode potencialmente resultar da exposição repetida a imagens idealizadas – os adolescentes sentem que não estão à altura.

 

  • A achado relacionado ao uso de videogames foi justificado pelo potencial dos jogos serem menos isolados socialmente do que outras formas de tempo na tela, pois os jogadores interagem com amigos/ outras pessoas.

 

  • Os pediatras devem ter conversas francas com os adolescentes sobre o uso da tela e sobre a exposição a imagens corporais idealizadas, que podem semear o desenvolvimento de preocupações com a imagem corporal e distúrbios alimentares, além de sintomas depressivos.

 

  • Os achados confirmam que o aumento do tempo de tela está associado a resultados adversos de saúde mental para adolescentes.

 

 

REFERENCIA:

Boers E, Afzali MH, Newton N, Conrod P. Association of screen time and depression in adolescence. JAMA Pediatr 2019 Jul 15.

https://jamanetwork.com/journals/jamapediatrics/fullarticle/2737909